3 de fevereiro de 2006

Mangue em Copacabana

MANGUE
grafite e aquarela sobre papel - 37 x 29,5 cm.- 1929 -
Reproduzido no catálogo "Di Cavalcanti - 100 anos"
Estava passeando de carro pela Av.Atlântica, no começo da década de 60, quando vi que naquela noite havia um leilão, numa das últimas mansões da orla de Copacabana (no local onde anos depois foi erguido o imenso Hotel Othon Palace, perto da Help).
Entrei por curiosidade e naquele exato momento estavam leiloando o magnífico quadro de Di Cavalcanti “Mangue” - uma pequena obra-prima retratando com emocionante humanidade algumas mulheres da famosa e extinta zona de prostituição no bairro carioca do Mangue.

Por uma sorte inacreditável não havia nenhum outro interessado na obra, e assim consegui arrrematá-la pelo lance mínimo, que era o valor da avaliação do leiloeiro.
Esse quadro ficou em minha coleção particular durante vinte e tantos anos.
Normalmente, eu não venderia aquela obra, mas tive uma oferta irrecusável do Sr. M.



Então, fui visitar meu filho que morava em Paris com uma parte do valor da venda do "Mangue".

***

7 comentários:

Liliane de Paula disse...

Que legal essa foto antiga.
Liliane

Clarice disse...

Nesta época já tinhas a Galeria?
Este carro pretinho que parece uma barata, foi um dos que andei em criança. Meu pai adorava trocar de carro (devia ser sinal de status em crescimento).

Jonas Prochownik disse...

Oi, Clarice, abri minha primeira Galeria em 1961. A foto e da Av. Atlantica dessa epoca. Fizemos muitas exposicoes dejovens artistas que depois ficaram famosos . Na epoca tambem tive uma baratinha dessas.Espero suas futuras visitas. Um abraco do Jonas.

Alba Regina disse...

olá sr.jonas! nossa adoro fotos antigas, nem preciso dizer q amei estas q o sr. postou! um abraço.

Jonas Prochownik disse...

Oi, por favor, nada de sr. Jonas, quero ser seu amigo, se possivel, Vou continuar colocando algumas lembranças minhas, acompanhadas de fotos antigas. Um abraço do Jonas

Jonas Prochownik disse...

Oi Liliane ,gostei da sua visita .Volte sempre.Abraço

Anônimo disse...

That's a great story. Waiting for more. »