13 de fevereiro de 2006

O anjo azul

Na década de 40, a maior estrela do cinema mundial chamava-se Marlene Dietrich.
Pra quem não conheceu, era uma alemã lindíssima que fazia um sucesso indescritível.

Seu brilho superava em muito o de qualquer atriz da Hollywood de hoje.


Eu era menino e morava em Berlim, onde a atriz havia estourado alguns anos antes com o filme “O Anjo Azul” , de Josef von Sternberg.

Estava indo a pé para a escola, quando a vi no banco de trás de seu carro, parando naquele instante em um sinal de transito.

Mal pude acreditar que estava diante do anjo azul em pessoa.


Corri e consegui enfiar a cabeça pela janela do Mercedes preto, antes que o sinal abrisse.
Ela me olhou, surpresa, abriu a pasta que estava em seu colo, tirou uma foto e a autografou com uma caneta dourada.

Estendeu-a com um sorriso , piscou os olhos e o carro partiu.


Conservo aquela foto até hoje.

É a prova de que os anjos existem.

26 comentários:

Taia disse...

Eu acho tão bacana encontrar pessoas que fazem parte do nosso imaginário.
Difícil é saber nossa reação.
A sua foi romântica e febril.
Uma doce lembrança.
Beijinhos...

Lu OlhosdeMar disse...

ola!!!! pois é, eu qki, direto do blog azul, pra ver vc falr do anjo azul.... MArlene foi unica! um beijo!!

Clarice disse...

Que história Jonas, estar com uma diva frente a frente, olho no olho. Que me lembre, ela foi famosa também por suas lindas pernas. Grande abraço e obrigada por ter ido lá no meu blog, fiquei muito feliz.

Vera Fróes disse...

Jonas tem coisa que não tem preço! Ficar frente a frente com um ídolo é uma delas. Cada um tem uma reação, eu nem sempre peço autógrafo. Não sei porque, prefiro só olhar.
Estou lhe linkando ao Verdes.
Boa semana.
Bjos.

Matilda Penna disse...

Muito bonita mesmo, beleza natural, nasceu assim.
E cantando Lili Marleen é como eu mais lembro dela e achei maravihosa sua história de fã menino atrás de um autográfo.
Obrigada pela visita lá no blog, se gostou volte sempre, :).

Susi ^Â^ disse...

Os anjos existem sim, mas conseguir autógrafos deles, só os privilegiados.um beijo

Dani disse...

Além do autógrafo, deve ter ficado uma lembrança muito bonita e marcante deste dia. Afinal, não é todo dia que se vê um ídolo com era Dietrich! :-)

Grande abraço!

Liliane de Paula disse...

Oi Jonas, acho que vi esse filme, "O anjo azul". Mas tenho, e li, na minha biblioteca uma biografia da Marlene. Eu adoro biografias.
Liliane

Anônimo disse...

Claro q os anjos existem e não tem sexo...Vc é um e super especial eu te amo MUUUUUUUUUUITO
BJS meu pai lindão do meu coração
Môka P

Jonas Prochownik disse...

Oi Môca, que bom que vc gostou e obrigado pelo super elogio. Beijao do pai orgulhoso da querida filha.

Jonas Prochownik disse...

Ola Liliane, o filme era lindo. Eu vi quando era menino. Volte sempre. Abrs.

Jonas Prochownik disse...

Dani, e verdade, fiquei emocionado na hora!! Espero vc sempre.

Jonas Prochownik disse...

Susi ^Â^, realmente foi emocionante ganhar o autografo das maos da diva! abrs.

Jonas Prochownik disse...

Ola, Matilda Penna, realmente a Lili Marlene ja era uma super diva, nessa epoca e fiquei emocionadissimo por ter recebido das maos dela aquele autografo. Volte sempre. Obrigado pela visita.

Jonas Prochownik disse...

Ola, Vera foi super emocionante para um menino, frente a frente com a diva! Obrigado pela visita. Abrs.

Jonas Prochownik disse...

Clarice, e verdade, ela era famosa pelas lindas pernas, que na ocasiao obviamente nao cheguei a ver! Volte sempre e obrigado pela visita.

Jonas Prochownik disse...

Ola, Luciana, obrigado pela visita. Espero vc sempre. Abrs.

Jonas Prochownik disse...

Ola, Taia, que bom que vc. gostou. Espero vc. aqui sempre. Abrs.

Palpiteira disse...

Mas é claro que existem! Olha eu aqui. :)
Parabéns pelo blog e pelo filho maravilhoso, lindo e talentoso, que nós amamos!
Gostei muito do seu blog. Sucesso pra vc.

Jonas Prochownik disse...

Oi Palpiteira, obrigado pelo elogio a meu filho. Grato tambem, por vc. ter gostado do meu blog. Abrs.

Jôka P. disse...

Também gosto de Marlene D. !

Saramar disse...

Ai, esse Jôka, é antenadíssimo!!!
rsssssss

Jonas, isso sim é algo que marca toda uma vida. Fiquei invejosa!

Beijos

Maria Helena disse...

Que história maravilhosa. Isso marca para sempre. Adoro sua histórias e seus quadros sempre lindos.

Jonas Prochownik disse...

Maria Helena, que bom que vc. gostou. Espero que volte sempre. Abrs. Jonas.

Jonas Prochownik disse...

Ola, Saramar, fico feliz que tenha gostado. Espero encontrar vc, sempre aqui.Um abraço do Jonas.

Anônimo disse...

This is very interesting site... here